Este percurso tem início nas salinas de Rio Maior, onde se pode observar a arquitetura industrial associada àquela atividade com mais de 8 séculos de históriia e o comércio que entretanto ali se desenvolveu à volta do sal.
Após as salinas, o percurso entra numa zona agrícola marcada pelas vinhas, matos e arbustos, e áreas de pinhal e eucaliptal, e segue na direção da povoação Fonte da Bica, onde se pode ver a antiga escola da aldeia e a fonte que lhe dá nome. À medida que se atravessa Fonte da Bica, é possível vislumbrar a área das salinas e o vale tifónico, originado pela fácil erosão do sal depositado ali desde o período Jurássico. O nome – tifónico – tem origem na palavra grega Typhaon ou Typhoeus, um mostro da mitologia grega responsável pela criação de fenómenos meteorológicos caracterizados por ventos forte sou tufões. Em resultado, Zeus tê-lo-á enviado para debaixo do monte Etna onde, porventura, tem desde então causado as erupções do vulcão Etna.

 

ROTA

Início e fim: Marinhas de Sal de Rio Maior.

Coordenadas: 39.363574, -8.945842

Épocas aconselhadas: Todo o ano.

 

DOCUMENTAÇÃO

Folheto informativo: n.d.

Mapa: aqui.

 

CONTACTOS ÚTEIS

Posto de Turismo de Rio Maior: 243 991 121

GNR (Rio Maior): 243 991 121

Bombeiros Voluntários de Rio Maior:243 999 510

3,5Km Distância
Circular Tipo
1h30m Duração
110m Descida acum.
110m Subida acum.
Fácil Dificuldade

 

NOTA Os caminhos dos percursos e a sinalética dos mesmos estão sujeitos ao desgaste provocado por vários fatores. Por prudência, a iNature recomenda o contacto com as entidades responsáveis pelos percursos para apurar o estado de conservação dos caminhos e da sinalética. Uma caminhada agradável começa na segurança da mesma.